Início Notícia Sete escolas abrem os desfiles das escolas de samba de São Paulo

Sete escolas abrem os desfiles das escolas de samba de São Paulo

Começa hoje o desfile das escolas de samba do grupo especial de São Paulo. Sete agremiações vão passar pela avenida neste sexta, e outras sete, no sábado.

A primeira escola a desfilar, a Barroca Zona Sul, que subiu do grupo de acesso no ano passado, entra na avenida por volta das 23h15. A agremiação, que é do bairro do Jabaquara, vai homenagear a líder quilombola Tereza Benguela. Ela foi a primeira mulher a liderar o quilombo do Quariterê, resistindo à escravidão imposta aos negros no estado de Mato Grosso. O samba-enredo vai clamar por mais tolerância e igualdade para as mulheres e comunidades negras.

Em seguida, vai se apresentar a Tom Maior. A escola vai apresentar o enredo “É coisa de preto”, que destaca o legado de negritude, a resistência e a luta por igualdade.

Cada ala vai homenagear uma personalidade negra, como a vereadora Marielle Franco, que será representada por uma escultura gigante em um carro alegórico. Por volta da uma e meia da manhã, a Dragões da Real vai cantar “A Revolução do Riso: a arte de subverter o mundo pelo divino poder da alegria”. Os Doutores da Alegria, que desde 1991 alegram a dura rotina de milhões de crianças hospitalizadas, estarão no desfile da escola.

O presidente da Dragões da Real, Renato Remondini, o Tomate, disse que a escola vai buscar em 2020 o primeiro título do grupo especial. “A expectativa da Dragões, mais uma vez, não poderia ser outra a não ser lutar pelo título do carnaval. Pelos últimos três anos a escola vem batendo na trave, dois vice-campeonatos, espero que agora, em 2020, a gente possa realizar nosso grande sonho.”

A Mancha Verde, atual campeã do carnaval de São Paulo, vai buscar o bicampeonato com o enredo “Pai! Perdoai, eles não sabem o que fazem!”. A escola vai homenagear Jesus Cristo. O intérprete da Mancha Verde há 9 anos, Fredy Vianna, disse que, em 2020, a escola está mais preparada para a vitória. “A Mancha Verde, com certeza está mais fortalecida ainda. Ganhar um título acende a chama, a vontade de uma comunidade, com certeza estamos mais fortalecidos ainda. Tenho certeza que esse ano a Mancha vem muito mais forte do que o ano passado. Vamos rumo ao bicampeonato, se Deus quiser.”

A Acadêmicos do Tatuapé vai levar para o Anhembi o enredo “O ponteio da viola encanta… Sou fruto da terra, raiz desse chão… Canto Atibaia do meu coração”. A viola e os violeiros estão no enredo que vai homenagear a cidade de Atibaia, no interior de São Paulo.

A quinta escola a desfilar será a Império de Casa Verde. A agremiação vai homenagear o Líbano, propondo uma viagem pela cultura do país. O cantor Belo confirmou que vai desfilar pela escola. Um dos diretores de Carnaval da Império, Rogério Figueira, o Tiguês, disse que os carros alegóricos serão o grande destaque. “A gente tem um ritmo diferente na bateria, algumas alas coreografadas que vão chamar muito a atenção, o grande ponto alto e a grande surpresa certamente serão nossos carros, mais uma vez. Esperamos repetir o feito de 2005, 2006 e 2016, e conquistar esse título.”

Com o dia amanhecendo, a X-9 Paulistana vai ser a última descola a desfilar no primeiro dia. O enredo será: “Batuques para um rei coroado”, e a escola promete uma viagem cultural pelo Brasil, contando um pouco da batucada de todas as partes do país. Em 2019, a agremiação fez uma homenagem ao sambista Arlindo Cruz, e Pê Santana, um dos diretores de Carnaval e intérprete, disse que, neste ano, a X-9 vai na mesma linha.

“A gente deu praticamente uma continuidade no enredo. Continuamos na mesma linha musical. É um enredo maravilhoso, que tem uma viagem por todos os batuques do nosso Brasil, está bacana para caramba. Um samba que a comunidade abraçou, ‘pegou legal’. Tenho certeza que a X-9 vai fazer um grande carnaval.”

Neste ano, as regras dos desfiles sofreram mudança. Antes, a escola que estourasse o tempo na avenida perdia um ponto, além de ter descontado 0,1 ponto para cada minuto excedido. Agora, a agremiação perde apenas 0,3 ponto pelo atraso e continua tendo desconto de 0,1 por minuto excedido.

Em relação à bateria, ela estava livre para executar o ritmo e, agora, terá que apresentar performances, como paradinhas, bossas, breques e apagões. A avaliação das fantasias também mudou: até o ano passado, a escola apresentava ilustrações à Liga antes do desfile. Agora, cada agremiação tem de apresentar fotos nítidas para checagem da semelhança entre o projeto e o que foi mostrado na avenida.

No sábado, encerram os desfiles do grupo especial as escolas Pérola Negra, Colorado do Brás, Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre, Águia de Ouro, Vila Maria e Rosas de Ouro.

Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Must Read

Governo repassa crédito de R$ 220 milhões para agricultura familiar

https://www.gov.br/pt-br/noticias/agricultura-e-pecuaria/2020/05/governo-repassa-credito-de-r-220-milhoes-para-agricultura-familiar/cidadania.jpeg/@@images/251f7d9b-2e5a-424c-9639-11971b96e65a.jpeg

Universidade Tecnológica do Paraná desenvolve respirador de baixo custo

Grupo de Ponta Grossa apresenta o protótipo desenvolvido. - Foto: UTFPR

Secretário de Fazenda admite prorrogação de auxílio, mas no valor de R$ 200 Fonte: Agência Senado

O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior, admitiu nesta quinta-feira (28) a possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial, pago a trabalhadores...

Com a benção do Papa, a Igreja Católica discute a “diabólica” inteligência artificial

Documento do Vaticano detalha como a inteligência artificial deveria ser regulada e conta com o apoio de...

Chuva forte deixa ao menos nove mortos na Baixada Santista; seis pessoas continuam desaparecidas

As chuvas que atingem a região da Baixada Santista desde a segunda-feira (2) já provocaram ao menos nove óbitos nas cidades de...

Selecione uma estação Wind